Buscar
  • Dietaparaavida

Sentes vergonha do teu corpo?

Atualizado: 12 de Ago de 2019

Sentes que com o passar dos anos foste aumentando de peso sem dar conta? E que quando, finalmente, reparaste, tinhas mais 10 kg, vestes um número muito acima do que vestias antes, o cansaço é maior e passaste a gostar menos da tua imagem?
E tens vergonha do ponto a que chegaste?


Infelizmente, na vida, só nos apercebemos que queremos mudar depois de haver uma explosão interior e um conflito de valores dentro de nós próprias. Só tomamos a decisão de mudar quando atingimos o nosso limite.


No caso do emagrecimento isto acontece quando vês um aumento de peso muito grande, quando está prestes a atingir um valor na balança sobre o qual nunca pensaste atingir ou quando olhas para as fotografias de há 10 anos atrás e nem te reconheces. Além disso, outro grande alerta são as subidas de alguns valores analíticos como os de colesterol e glicemias.


Só quando damos de caras com estes valores e estas grandes diferenças do que somos agora e do que éramos antes é que entendemos que chegou a hora de mudar. Chegou a hora de reverter a situação e começarmos a cuidar de nós!


Se já entendeste que precisas mudar e sentes-te mal com o seu peso mas ainda não tomaste a decisão de mudar a tua vida segue estes 3 passos que vão-te dar o empurrão necessário para entrares em ação!



1º Passo - Perceber como chegaste até aqui

O primeiro passo é entenderes todas as razões pelas quais aumentaste de peso ao longo nos últimos anos.


Reflete sobre:

- Planeamento e organização das refeições, tanto dos lanches como das refeições principais; - Gestão do tempo, em que é que te focaste mais nos últimos anos para te ter colocado um pouco de parte e não teres cuidado tanto de ti;

- Os alimentos que fizeram parte da tua alimentação;

- Os teus hábitos de exercício físico;

- A tua mentalidade, verificando se os teus pensamentos foram mais positivos do que negativos e se consegues lidar bem com as emoções menos positivas;



2º Passo: Explorar os teus medos

Sabias que a decisão de mudar pode ser adiada por teres "medo"?


Num processo de emagrecimento é normal teres medo porque vais sair da tua zona de conforto e vais começar a fazer determinadas coisas de forma diferente.

No entanto o "excesso de medo" pode bloquear a tua mudança. E isto só faz com que desistas antes mesmo de teres começado.


Exemplos de medos que te estão a impedir de entrares em ação:

- "Eu tenho medo de não conseguir atingir o peso ideal."

- "Eu tenho medo de ficar com a barriga descaída."

- "Eu tenho medo de não conseguir resistir às tentações."

- "Eu tenho medo de não ser suficientemente boa."

- "Eu tenho medo que a minha família veja que eu não sou capaz de perder peso."

- "Eu tenho medo de emagrecer tanto, até a um ponto que não me reconheça."

- "Eu tenho medo de passar fome."



E como é que podes desbloquear esses medos?

- Preparação: Para cada medo há sempre um conjunto de coisas que podes fazer para minimizá-lo e ganhar aquela força para ir em frente. Quando identificares o(s) teu(s) medo(s), faz uma lista das coisas que podes fazer para ultrapassá-lo(s). Assim, vais-te sentir muito mais segura e confiante para passares da teoria à prática.


- Compromisso: Ter alguém com quem te sinta à vontade para falar e com quem te possas comprometer a realizar cada uma das coisas que com as quais te comprometeste.

O compromisso é a chave para entrar em ação e cumprir aquilo a que te propuseste sem arranjares desculpas e sem deixares para amanhã. Além disso, comprometeres-te com alguém faz com que te sintas mais apoiada, desafiada e o próprio medo torna-se mais pequeno.



3º Passo: Pensar nas consequências de manteres-te exatamente como estás

Neste momento gastas mais tempo a pensar no quão te sentes mal com o seu peso ou nas consequências que o excesso de peso e má alimentação podem trazer à tua vida, caso não mudes?


Se te mantiveres exatamente como estás e não tomares a decisão de mudar, provavelmente vais ser afetada por alguma das seguintes situações:

- Possível depressão;

- Mau exemplo para os teus filhos;

- Não aproveitares a vida a 100 % por estares condicionada, a nível físico, de experimentar algumas coisas;

- Doenças derivadas da má alimentação e falta de exercício físico (diabetes, enfartes, AVC's, demências, cancros, hipertensão, pedra no rim, etc);

- Má qualidade de vida;

- Ansiedade exagerada que pode resultar numa toma regular de ansiolíticos e angústia constante;

- Não gostares de ti, não aceitares-te e baixa auto estima;

- Não teres roupa que te sirva e por isso teres 2 ou 3 tamanhos de calças no armário;

- Menos energia; Cansaço em subir escadas, brincar com crianças, em caminhar mais rápido;


E então vais mudar já hoje?

Ou vais-te manter como estás?


Se sentes vergonha do peso a que chegaste e já reconheces os alertas que estão à tua volta, segue estes 3 passos e toma a decisão de mudar!


Nunca vai existir "o momento certo para mudar". Esse momento é o AGORA!

0 visualização

Dieta para a Vida © 2018 All Rights Reserved

  • YouTube - Grey Circle
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now